Amuletos

Amuletos

Amuletos - Olho Turco

História dos Amuletos

A origem da palavra amuleto surgiu do latim “amuletum”, que significa “um objeto usado para defesa”. Diferentemente do talismã, o amuleto tem uma ação defensiva: protege o seu portador das influências maléficas e das desgraças trazidas pelo azar. É por isso que é tão comum encontrá-los em forma de pingente, anel ou colar – qualquer objeto que esteja sempre perto do corpo pode auxiliar na proteção.

O primeiro registro de um amuleto aconteceu em 77DC, quando o filósofo romano Plínio o Velho escreveu sobre eles na obra “História Natural”. Segundo ele, existem três categorias de amuletos: os que oferecem proteção, os que possuem substâncias profiláticas e os objetos utilizados como remédios. Esses objetos são extremamente poderosos e têm a capacidade de trazer muita sorte e proteção para as pessoas.

Muitos amuletos representam figuras da religião ou crenças como por exemplo, o Egipto Antiga usa o Olho de Horus (Deus Sol, o Olho), os Budistas usam figuras de Budas junto ao pescoço e os Cristãos usam as cruzes. No entanto há muito mais figuras para usar no amuleto como símbolos de animais, santos, olho turco, mão de hamsa, figas e trevos mas também pedras preciosas e semi-preciosas que ajudam a desbloquear áreas da vida, da saúde e de proteção.

O que é um amuleto?

Um amuleto é um objeto, fórmula escrita ou figura (ex: figa, medalha, símbolos de animais, …) que atribuem virtudes sobrenaturais de defesa contra o mau-olhado, desgraças, doenças, feitiços e que transmite à pessoa que usa proteção, sorte, sucesso, felicidade, fortuna e saúde.

No meio de muitos símbolos de amuleto temos a Cruz que representa a proteção ou fé; o Pentagrama que simboliza a união, harmonia e o equilíbrio; a Ferradura atrai a sorte e prosperidade; a Árvore da Vida está ligada à longevidade.

Moeda Chinesa

Como usar um amuleto?

Para usar um amuleto é preciso acreditar. Existem diversas formas de usá-los, mas as principais são com joias, decorações e peças para usar junto ao corpo.

Sinos, leques, apitos, franjas, moedas, conchas, olho turco, símbolos de animais, mão de Fátima, cruzes, ferraduras, são alguns exemplos de símbolos de amuletos, que pode usar para obter proteção.

Como limpar um amuleto?

Ao receber o amuleto ou pedra preciosa, lave brevemente em água corrente.

O amuleto de proteção deve ser limpo antes da sua utilização para isso basta colocar o objeto sobre sal grosso por algumas horas (ex: 3horas). O sal irá remover impurezas negativas e o amuleto estará pronto para o próximo passo: a energização. No entanto pode fazer uma limpeza opcional que consiste em colocar o amuleto à luz da Lua, salpica-lo com sal ou defumá-lo com incenso.

Como energizar um amuleto?

Para Energizar o amuleto basta colocar o objeto num recipiente de vidro transparente, cobrir com água e adicionar sal grosso. O tempo pode variar entre 3h até 24h. Depois do tempo necessário, retire o sal grosso com uma colher e deixe a água escorrer pelo amuleto. Você pode utilizar um pano para enxugar o objeto.

Buda

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.